• Ali-Po Best carpet and upholstery cleaning in the Algarve
  • Aimcliff Properties Algarve

As fotos não enganam

As fotos não enganam

 
imóvel à venda em loulé
“Uma imagem vale mais que mil palavras” diz o ditado. E isso é mesmo verdade na altura de vender um imóvel. Algumas das fotos selecionadas para “vender” uma propriedade são uma desgraça, algumas são pura e simplesmente horríveis e outras deixam o potencial comprador sem uma ideia do que o imóvel realmente é. Certifique-se de que as imagens de marketing do seu imóvel não correspondem a nenhuma destas categorias.

O principal objetivo

Em última análise, está a fazer um anúncio de venda. Veja bem o anúncio do seu produto preferido, seja na televisão, numa revista ou num jornal. Repare como é cuidado e profissional. Pense no tempo e no esforço exigidos para fazer o produto sobressair e destacar-se dos outros todos.

O objetivo de ter fotografias a ilustrar a descrição do imóvel é levar os potenciais compradores a querer ver mais. Boas imagens do imóvel irão ajudar a seduzir o comprador, estimular a sua imaginação e despertar-lhe o desejo de querer ter aquela casa.

As fotos devem permitir ao comprador ver a disposição da casa, que divisão dá para onde e como tudo se conjuga. Tente tirar fotografias que deem uma perspetiva de 360º do imóvel e da propriedade em toda a sua envolvência. Sabendo isto, o comprador pode tomar uma decisão informada sobre se o imóvel vai ou não ao encontro das suas necessidades e expectativas. Conseguir uma boa fotografia, pode equivaler a conseguir uma venda ou não, portanto vale a pena pensar em contratar um fotógrafo profissional.

 

Esconder as melhores fotos não vende casas

Muitos agentes imobiliários do Algarve evitam tirar fotos do exterior ou da frente do imóvel por receio de um concorrente reconhecer a casa, tentar angariar o imóvel e, com isso, roubar o negócio. No entanto, a realidade é que as agências sabem bem que imóveis que estão à venda na sua zona, por isso, ocultar fotos é um tiro no pé e não usar as melhores fotos possíveis nos classificados de imóveis é prestar um mau serviço aos seus clientes.

Se é um desses agentes, ponha-se no lugar do comprador: se fosse comprar casa, alguma vez ia marcar uma visita ao imóvel só com base em fotos interiores dos WCs e dos quartos? Ao omitir o exterior da casa, é como se o anúncio do imóvel nem existisse.

O bom, o mau e o simplesmente horrível

Encontrámos excelentes exemplos de boas fotografias de imóveis, mas também encontrámos umas tão más que ficámos de boca aberta.

Bom

casa de campo rústica excelente foto do interior de um imóvel boa foto de uma piscina

 

Mau

má foto de frente do imóvel má foto cozinha má foto de WC

 

Simplesmente horrível

péssima fo to de imóvel muito má foto de imóvel foto de imóvel horrível

Siga a regra AIDA

Se for você (ou o seu agente) a tirar as fotos, vale a pena dar uma olhada nestes conselhos, para ter a certeza que a propriedade é mostrada ao mundo da melhor forma possível.

O AIDA é um modelo de marketing histórico. Remonta ao início de 1900s, mas é uma regra de quatro etapas ainda muito válida para criar um anúncio e para, neste caso, selecionar as fotografias que vão mostrar o seu imóvel no classificado. O método AIDA descreve uma sequência de eventos comum que pode acontecer sempre que um consumidor se depara com um anúncio.

A = atenção

Atrair a atenção do consumidor.

I = interesse

Suscitar o interesse do consumidor demonstrando as vantagens e os benefícios do que se está a mostrar, e focando-nos apenas nisso.

D = desejo

Convencer os consumidores de que querem e desejam o produto ou serviço em causa, o qual irá satisfazer as suas necessidades.

A = ação

Levar os consumidores a atuar e/ou a comprar.
 

O que deve fazer antes de tirar as suas fotos

Olhe à sua volta. Pergunte a si mesmo: o que posso fazer para tornar a minha casa o mais atrativa possível?

  • Certifique-se que todas as áreas a fotografar estão arrumadas e limpas. Isso inclui terraços, caminhos e jardins.
  • Remova tudo o que esteja a mais: roupas, roupa suja, jornais e brinquedos das crianças.
  • Abra todas as persianas, estores e cortinas para deixar o máximo de luz entrar no imóvel.
  • Oculte baldes do lixo (dentro e fora da propriedade) e remova todo o lixo.
  • Arrume estendais e cordas de secar roupa.
  • Certifique-se que não há panelas e afins no lava-louças ou na bancada da cozinha.
  • Esconda todos os objetos pessoais da casa de banho, como escovas de dentes, lâminas e produtos e acessórios pouco atraentes; cera depilatória e produtos de limpeza para a sanita não favorecem a sua fotografia.
  • Certifique-se que as toalhas da casa de banho estão limpas e bem arrumadas.
  • Não deixe carros estacionados em frente à casa. 

O que não deve fazer ao tirar as suas fotos

Olhe à sua volta com cuidado e objetivamente. O que é que está à vista? Esconda ou retire tudo o que não favorecer as suas fotos.

  • Não apanhe o seu próprio reflexo nos espelhos.
  • Não fotografe um lance de escadas, a não ser que sejam uma característica especial do imóvel.
  • Não fotografe uma casa de banho com a tampa da sanita para cima; se puder, escolha a melhor perspetiva, de preferência, uma em que a sanita não entre.
  • Não fotografe uma piscina sem degraus.
  • Não apanhe postes de eletricidade ou de telefone nas suas fotos.
  • Não apanhe sacos do lixo ou outras coisas indesejáveis nas suas fotos.
  • Não mostre pessoas ou animais de estimação nas suas fotos: pode adorá-los, mas os compradores não têm de os ver.
  • Não tire fotografias se o céu estiver cinzento ou se estiver a chover. As pessoas querem comprar uma casa cheia de sol.

Então e as vistas?

Realmente, o que é que têm as vistas? Mostrar seis imagens de uma vista fantástica não vai fazer com que o comprador vá a correr ter consigo. Uma ou duas fotos de uma vista estupenda são mais que suficientes.

Não vai viver na vista, por mais espetacular que seja. Vistas maravilhosas são um bónus, a ser valorizado, mas é no imóvel que se vai morar, portanto é isso que deve ser mostrado.

E há mais

Muitas vezes, “menos é mais”, mas neste caso, não. Uma planta do imóvel, com todas as dimensões, é uma bênção para os compradores. Permite-lhes visualizar como habitariam o imóvel e se ele vai ao encontro de todas as suas necessidades; a disposição da mobília, que quarto talvez desse um bom escritório, que quarto seria bom para quem e como fariam a decoração.

Resumindo

Pense no seu imóvel como um produto e não como a sua casa. Faça um esforço consciente para ver a sua casa como um estranho a veria e visualize o potencial que a sua propriedade tem. O seu objetivo é destacar todas as melhores características. Faça o truque de formar um quadrado com os seus dedos e olhe para cada aspeto da sua casa através desse “enquadramento”. Vai ficar surpreendido com o que poderá ficar nas suas fotografias.

Lembre-se disto: as coisas que para si são familiares ou a que já nem liga são totalmente novas para um potencial comprador e, por isso, serão vistas de outra forma. Portanto seja objetivo quando estiver a tirar as duas fotografias. Certifique-se que as suas imagens chamam a atenção, despertam desejo e originam uma venda.

Leia o nosso artigo sobre como descrever bem um imóvel para aprender a melhor maneira de fazer com que a descrição do seu imóvel venda.

Artigo fornecido por Meravista

A Meravista é o maior portal de imóveis do mundo dedicado exclusivamente ao Algarve. Trazemos-lhe a mais avançada tecnologia de ponta de pesquisa, tornando muito simples a sua procura pelo imóvel perfeito no Algarve.

Veja mapas, classificados e detalhes das propriedades – tudo ao mesmo tempo
Mais de 300 detalhes padronizados de imóveis
Compare propriedades lado a lado
Grave as suas propriedades e pesquisas preferidas